Inserindo um Serviço

Informações sobre o menu Cadastro.

Inserindo um Serviço

Mensagempor Documentador2 » 31 Jan 2010, 14:49

Inserindo um Serviço

-Serviços (Composição de preço unitário)
A composição de preço unitário para a execução de 1 metro quadrado de reboco procura quantificar, além dos materiais necessários à execução, a quantidade de horas trabalhadas pelos pedreiros, serventes e outros profissionais que executam tal serviço, o que causa uma distorção na avaliação dos custos reais do empreendimento, já que se considera apenas as horas produtivas da mão-de-obra empregada.

As composições de preço unitário procuram estabelecer os custos diretos de cada um dos serviços que compõem o empreendimento.

Definido o BDI da obra, aplica-se o percentual correspondente sobre os valores destes preços unitários, obtendo-se assim o valor de venda de cada serviço, utilizado também para remunerar quantidades de serviços não previstas no orçamento original.

Composição de Preços Unitários é, portanto, o conjunto de insumos empregados na elaboração de uma unidade básica de cada componente da obra.
Por exemplo, para se fabricar 1 metro cúbico de concreto simples fck=15 Mpa, utilizam-se os seguintes insumos e respectivas quantidades, de acordo com as fontes mais difundidas:

Composição básica de preço unitário
Imagem

Da mesma forma, o lançamento de concreto em fundações ou em estruturas tem seu preço definido através da quantificação da mão-de-obra necessária à aplicação de cada metro cúbico de concreto e dos equipamentos envolvidos na operação, como equipamentos de bombeamento e vibradores, por exemplo.

Se quiséssemos avaliar o custo de execução de 1 metro cúbico de concreto armado (com formas e armação) lançado em fundação, seguindo os conceitos delineados nestes últimos parágrafos, teríamos que determinar, inicialmente, quantos metros quadrados de forma e quantos quilos de ferro seriam necessários para cada metro cúbico de concreto, multiplicar os coeficientes de cada insumo das composições de preços destes serviços por estas quantidades e elaborar uma nova composição onde constariam todos os elementos necessários à execução do serviço.

Na mesma composição de preços constariam as quantidades de cimento, areia, brita, aço, arame, madeira, pregos e mão-de-obra, totalizadas a partir das quantidades de formas e aço por cada metro cúbico de concreto e das quantidades de componentes do concreto simples, que é a unidade básica.

No entanto, o ORSE permite que sejam usadas composições auxiliares na elaboração de uma composição de preços desta natureza, ou seja, ao invés de determinarmos as quantidades de cada insumo das composições de aço e formas, podemos utilizar as próprias composições de custos destes serviços como se fossem simples insumos da composição principal, como mostrado na tabela a seguir.

Composição principal de preço unitário
Imagem

Definidas as taxas de forma e de armação por metro cúbico de concreto, definimos a quantidade de cada um destes componentes na elaboração do serviço objeto da composição principal. Cada componente desta composição de preços, como se pode ver, é outra composição de preços.

Esta mesma composição pode servir de composição auxiliar para outras composições, como, por exemplo, “Execução de blocos de ancoragem em concreto armado fck 15,0 Mpa”, que teria a configuração mostrada na figura abaixo.

Imagem

Neste caso, a composição de preços “Fabricação de concreto simples fck=15,0 Mpa” estará definida como composição auxiliar do nível 2, enquanto que “Concreto Armado fck=15,0 Mpa, com forma de madeirit, lançado em fundação” será uma composição auxiliar de nível 1.

Praticamente não existem limites de níveis para composições auxiliares, no entanto, é bom lembrar que, à medida em que a cadeia de serviços vinculados a uma composição principal cresce, compromete a precisão das quantidades efetivas de insumos necessárias à execução do serviço, devido ao arredondamento dos números a cada multiplicação.

Numa mesma composição principal podem ser inseridos insumos e composições auxiliares, indiscriminadamente. O sistema ORSE se encarregará de detalhar todos os insumos utilizados no serviço, extraindo suas respectivas quantidades das composições auxiliares.

Na janela do ORSE onde são cadastrados os serviços, o programa apresenta todos os insumos utilizados nos mesmos, inclusive detalhando os pertencentes às composições auxiliares.

Os custos dos encargos sociais das composições auxiliares são calculados pelo ORSE e incorporados à composição principal.


- Padrão DNIT

Muito eficaz na avaliação de custos de serviços de terraplenagem e de obras rodoviárias.

Este padrão considera a equipe de mão-de-obra e o contingente de equipamentos necessários à execução dos serviços num ambiente à parte dos materiais e de outros custos, dentro da própria composição de preços.

Como as unidades da mão-de-obra e dos equipamentos é a hora, e tendo disponível a produção horária de uma equipe de operários e equipamentos para realizar cada serviço, obtém-se com maior precisão o valor desses custos na elaboração dos mesmos.

Imagem

Como se pode ver, calcula-se o custo horário da equipe de produção (mão-de-obra e equipamentos), divide-se este custo pela produtividade horária da mesma e obtém-se o seu valor total. Soma-se o resultado ao valor total dos materiais e tem-se o custo do serviço.

Antes de qualquer crítica, lembramos que os insumos e respectivos coeficientes usados na demonstração deste modelo são fictícios.

No ORSE os Serviços então divididos em 3 grupos:
• OBRAS CIVIS
• INFRAESTRUTURA
• PROJETOS


--Manutenção do Cadastro de Serviço:
Tomaremos como exemplo a inclusão do Serviço "Piso em concreto simples desempolado, fck = 15 mpa, e = 7 cm"

01 - Clique no menu Cadastro... Serviço... Fonte ORSE e outras;

02 - Clique no botão [Inserir];
O Campo Fonte, Código e Data de Criação serão preenchidos pelo ORSE
O ORSE preencheu o campo Fonte com o mesmo nome que está configurado no menu Ferramentas... Preferências... Guia Geral... Fonte Padrão.

03 - No campo Descrição do Serviço digite: Piso em concreto simples desempolado, fck = 15 mpa, e = 7 cm

04 - No campo Unidade digite: m2

05 - No campo Grupo de Serviço clique no botão [...]

06 - Escolha OBRAS CIVIS...Pavimentação...Pisos : Cimentados, em Concreto Simples, tipo Tech-Stone e de Alta Resistência
O ORSE identificará as especificações dos Serviços da obra ou Empreendimento através da definição do grupo, subgrupo e item a que pertencem.
Ao final da elaboração do orçamento, o ORSE listará todas as Especificações a que os Serviços que compõem a obra estão vinculados e habilitará o usuário a imprimi-las individualmente ou em conjunto.

07 - Código InfoWOrca - Este campo é usado apenas como referência para o usuário. As composições de preços que já existiam no banco de dados do InfoWOrca, quando acessadas pelo ORSE, apresentarão o código que utilizavam no antigo sistema e sua respectiva data de criação. As composições de preços atuais, evidentemente, não apresentarão estes dados.

08 - No campo Status escolha Habilitado
Define se a composição de preços está habilitada ou não habilitada para uso em orçamentos ou outras interferências.

09 - Clique no campo Código da aba Composição Sintética, note que aparece o botão [...], clique nele;
O ORSE apresenta a janela de Localização de Insumo
A tecla F4 apresenta a janela de Localização de Insumo, independente da letra "i" ou "s" colocada no início do grid.

10 - No campo "Argumento de pesquisa" digite Pedreiro e clique no botão [Localizar];

11 - Selecione o insumo Pedreiro da Fonte ORSE e clique no botão [OK];
Note que o Insumo Pedreiro foi colocado no grid.

12 - Clique no campo Quant do grid, digite 0,5 e tecle Enter;
Veja que foi acrescentado uma nova linha no grid.

13 - No campo Tipo digite s e tecle Enter, tecle outro Enter;

14 - Clique no botão [...];
Observe que agora a localização será de um Serviço.
As letras "i" e "s" no início do grid, serve para identificar que tipo de dado será incluido, um Insumo ou Serviço.
A tecla F5 apresenta a janela de Localização de Serviço, independente da letra "i" ou "s" colocada no início do grid.

15 - No campo "Argumento de pesquisa" digite concreto simples e clique no botão [+ Adicionar]

16 - No campo "Argumento de pesquisa" digite fck 13,5 e clique no botão [Localizar]
O serviço procurado será exibido no grid.

17 - Clique no botão [OK]
Note que o Serviço foi colocado no grid.

18 - Clique no campo Quant do grid, digite 0,074 e tecle Enter;

19 - Clique no botão [Salvar].
O Serviço está criado na Fonte de referência.

Vale ressaltar que o Serviço criado é composto por Insumos e Serviços da Fonte ORSE.
Não sendo possível efetuar qualquer alteração no custo unitário dos Insumos pertecentes aos Serviços dessa cadeia.
Para que alteração do custo unitário seja possível, o usuário terá que duplicar ou criar todos os Insumos pertencentes a cadeia do Serviço criado e efetuar a troca em cada linha do grid em que ele esteja presente.
Veja o tópico Duplicar Serviço para entender melhor:

Composição Análitica
Se a composição de preços possui entre seus componentes Serviços auxiliares, esta guia possibilita ao usuário a leitura da quantidade de cada Insumo utilizado na elaboração do Serviço, totalizando os que fazem parte natural desta composição e os que compõem os Serviços auxiliares.

Trata-se de um recurso que poderá ser de muita utilidade para se determinar com precisão tudo o que é necessário para realizar qualquer Serviço cadastrado, ainda que o mesmo contenha composições auxiliares em cascata e em vários níveis na sua composição de preços.


(O texto acima é uma compilação do Manual do ORSE)
Documentador2
 
Mensagens: 118
Data de registro: 25 Out 2009, 18:40

Re: Inserindo um Serviço

Mensagempor Amaury » 29 Jan 2011, 13:35

Prezados, fiz um teste tentando criar um serviço de nome "Construção -Teste", cadastrado em Obras Civis / Serviços Preliminares / Locação de Edificações. A unidade ficou "un"e só coloquei um insumo, 4 horas de servente. Quando pedi para salvar veio um aviso assim "Vilation of Foreign Key Constraint "FK_SVPR_Comp" on table "TB_Composição". Alguém pode me orientar por favor ?
Amaury
 

Re: Inserindo um Serviço

Mensagempor Documentador2 » 21 Fev 2011, 08:10

Amaury escreveu:Prezados, fiz um teste tentando criar um serviço de nome "Construção -Teste", cadastrado em Obras Civis / Serviços Preliminares / Locação de Edificações. A unidade ficou "un"e só coloquei um insumo, 4 horas de servente. Quando pedi para salvar veio um aviso assim "Vilation of Foreign Key Constraint "FK_SVPR_Comp" on table "TB_Composição". Alguém pode me orientar por favor ?

:arrow: Tente resolver o problema refazendo a atualização de versão e de preços:
viewtopic.php?f=6&t=20
Documentador2
 
Mensagens: 118
Data de registro: 25 Out 2009, 18:40


Retornar para Menu Cadastro

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 0 visitantes

cron